domingo, 13 de dezembro de 2009

Uma lição de vida

 

Ontem ( 12/12), ao chegarmos na Feirinha para organizarmos a Feira de Adoção, encontramos 12 filhotes abandonados: 8 com aproximadamente 40 dias, amontoados dentro de uma caixa.

100_5476

e, pasmem, 4 com horas de nascidos.

100_5475

Ficamos desnorteados, sem saber o que fazer.

Por termos ficado dois finais de semana sem realizarmos feiras por causa do mau tempo, estamos cheios de filhotes em hospedagens e bebês tão pequenos precisam mamar de duas em duas horas, inclusive à noite.

Foi quando, em dado momento, apareceu uma cadela de rua, CASTRADA e se aproximou dos bebes recem nascidos. Deitou perto da caixinha  e começou a tomar conta deles.

100_5473

Não deixava mais ninguém se aproximar.

100_5474

Com cuidado, colocamos os bebês perto dela

100_5480

que começou a acariciá-los e tentar oferecer-lhes o seu leite, ainda inexistente.

maravilhosa mamae 003

Este é o verdadeiro sentido da maternidade.

maravilhosa mamae 004

Passadas algumas horas, com o leite aos poucos chegando, a mamãe já estava inteiramente integrada com seus novos filhos, os quais cuida como se os tivesse gerado.

100_5486

Nós a batizamos de Vida.

Fica, então, a pergunta: Por que nem todos os humanos agem desta forma???

No final da feira, nós levamos para um lar temporário, oferecido por uma pessoa de coração bom que se comoveu com a mamãe adotiva. Pelo menos, até o dia 21 teremos tempo para encontrar um outro lugar para eles ficarem.

3 comentários:

  1. Pessoal, vale a pena ler isto http://reginafecho.com/portal/?p=189 .Quem sabe um dia nossa prefeitura se anima e segue este exemplo.
    abraço

    ResponderExcluir
  2. Patrícia Guarilha14 de janeiro de 2010 08:48

    Não tenho nem palavras, que coisa linda e maravilhosa!!!

    ResponderExcluir
  3. Lendo a revista Cães&Companhia, na livraria do aeroporto em São Paulo, tomei conhecimento dessa história vivida por vocês. Fiquei emocionada e anotei o endereço do blog para conhecer esse trabalho tão maravilhoso que vocês desenvolvem. Estou encantada! E quanto a história da Vida, desejo que ela e os filhotes encontrem pessoas tão generosas com o planeta quanto vocês. Por favor, não desanimem nunca desse trabalho voluntário tão especial.
    Milena (Recife-PE)

    ResponderExcluir

´